REFLEXÕES

Encontrando o Amor

Olhava o modo como chegava.
Seu silêncio, sua desconexão.
Faltava-lhe alegria, faltava-lhe o ar.
Punha-se, quieta, a pensar no sofá da sala, trancada em suas ilusões.
E eu observava sua dificuldade em alcançar, em encontrar e sentir o Amor, que por ali passava, parecendo querer roubá-la para um doce, um chá;
parecendo querer seu sorriso, sua doçura, sua real natureza.
Via que passava horas tentando convencê-la a levantar-se, a sair, a caminhar.
E os dias se passavam daquela forma.
Ele, o Amor, não desistia da sua natureza em amar.
Ela acreditava não poder fazer parte do que ele lhe propunha.
Um dia chegou da mesma forma.
Em silêncio, sozinha e confusa.
Ele, pela primeira vez, sentou-se ao seu lado e nada fez.
Ela estranhou, mas achou melhor desprezar o fato.
E algumas horas se passaram sem que o Amor nada fizesse.
Ela, por vezes, fitava-o, querendo descobrir o que estava acontecendo.
De repente, ele se pôs em pé. Parecia ir embora...
Quando ela chorou, pedindo-lhe para ficar.
Naquele momento, os olhos dela iluminaram-se.
Ela havia aberto a sua porta, havia manifestado a sua vontade.
Encontrara o Amor.
E então, eles puderam dançar juntos, saborearam os doces e os chás.
Saíram para ver o sol, tomaram chuva e oraram a Deus.
Ela pôde sentir a bênção em ser filha do Pai.
Quando o Amor a olhou nos olhos e se despediu.
Ela não acreditou e perguntou:
Porque me abandonas exatamente no momento quando mais preciso de ti?
E ele respondeu:
Na verdade, Criatura de Deus, não te estou abandonando.
Apenas descobriste que és concebida do Amor.
E agora poderás prosseguir com seu próprio coração, pois nele encontra-se tudo de que necessitas.
Enquanto isso, vou à procura de outros que, como tu, precisam descobrir que são o que eu sou, para voltarem a ser o que sempre foram:
o Amor!

 

Espíritos evoluídos

Há alguns anos, nas olímpiadas especiais de Seattle, nove participantes, todos com deficiência mental, alinharam-se para a largada da corrida de 100 metros rasos. Ao sinal, todos partiram, não exatamente em disparada, mas com vontade de dar o melhor de
si, terminar a corrida e ganhar.
Um dos garotos tropeçou no asfalto, caiu e começou a chorar. Os outros ouviram o choro, diminuíram o passo e olharam para trás.
Então viraram e voltaram. Todos eles.
Uma das meninas com Síndrome de Down ajoelhou, deu um beijo no garoto e disse: - Pronto, agora vai sarar! E todos os nove competidores deram os braços e andaram juntos até a linha de chegada. O estádio inteiro levantou e os aplausos duraram muitos minhutos...
Talvez os atletas fossem deficientes mentais....
Mas com certeza, não eram deficientes espirituais...
"Isso porque, lá no fundo, todos nós sabemos que o que importa nesta vida, mais do que ganhar sozinho é ajudar os outros a vencer, mesmo que isso signifique diminuir os nossos passos..."

 

"Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso. O sucesso é consequência"
Albert Einstein





 

 

Faça Hoje, Não Amanhã

 

Diz o preguiçoso: "Amanhã farei."
Exclama o fraco: "Amanhã terei forças."
Assevera o delinqüente: "Amanhã regenero-me." 
É imperioso reconhecer, porém, que a criatura,
adiando o esforço pessoal, não alcançou, ainda,
a noção real do tempo. Quem não aproveita
a bênção do dia vive distante da glória do século.

A alma sem coragem de avançar cem passos
não caminhará vinte mil.
O lavrador que perde a hora de semear
não consegue prever as conseqüências da procrastinação
do serviço a que se devota, porque,
entre uma hora e outra,
podem surgir impedimentos e lutas de indefinível duração.

 

Muita gente aguarda a morte para entrar numa boa vida.
Contudo a lei é clara quanto à destinação de cada um de nós.
Alcançaremos sempre os resultados a que nos propomos.

 

Se todas as aves possuem asas, nem todas
se ajustam à mesma tarefa nem planam no mesmo nível.
A andorinha voa na direção do clima primaveril,
mas o corvo, de modo geral, se consagra,
em qualquer tempo, aos detritos do chão.
Aquilo que o homem procura agora surpreenderá amanhã,
à frente dos olhos e em torno do coração.

 

Cuida, pois, de fazer, sem delonga,
quanto deve ser feito em benefício de tua própria felicidade,
porque o Amanhã será muito agradável
e benéfico somente para aquele que trabalha no bem,
que cresce no ideal superior
e que aperfeiçoa nas abençoadas horas de Hoje.
                                                                 (Emmauel)

 

                      

                                                                   HAPPY DAY

 

Todos temos dias tristes,
Dias miseráveis em que você
Se sente imprestável, 
carrancudo, 
abandonado, 
e profundamente cansado de tudo...
Só o fato de começar mais um dia, 
parece impossível. 
Você se sente frustrado e ansioso,
inclusive começa a roer as unhas!
E aí... 
como chegar àquela sensação, 
como a que temos quando tomamos 
um banho quente…?
É fácil... comece sorrindo...
Agora relaxe, respire profundamente 
Ore, fale com o Senhor! E se for possível... 
...vá dar um passeio para clarear a mente.
Coloque de lado seus pensamentos
negativos, tudo é passível de mudanças,
trate de ver as coisas por uma 
perspectiva diferente.

Talvez se sinta culpado. 
Se esse é o caso, seja suficientemente 
maduro para pedir perdão.
Olhe para o alto e veja as pequenas
coisas boas da vida...
saiba dar muito valor a isso...
Sinta-se orgulhoso de você mesmo,
E não perca a capacidade de rir,
inclusive de você mesmo; 
isto se torna mais fácil 
se você se juntar com gente positiva.
Viva cada dia como se fosse o último... 
Deus o ajudará em todas as suas
dificuldades, mostrando que elas se
reverterão em BÊNÇÃOS!!!! 
Você já confiou em tanta gente e coisas
que não devia passar nem perto...
Arrisque-se agora a confiar em DEUS!
Nunca desista! Tente!! Invente!!
Depois de tudo, curta a vida!!
Acredite na beleza dos seus sonhos 
e na capacidade de realizá-los...

"Feliz é a pessoa que acha a sabedoria
e que consegue compreender as coisas,
pois isso é melhor do que a prata e o valor do ouro".

 


O Amor

O que é o amor?
Numa sala de aula haviam várias crianças. Quando uma delas perguntou à professora:
* Professora, o que é o amor?
A professora sentiu que a criança merecia uma resposta à altura da pergunta inteligente que fizera. Como já
estava na hora do recreio, pediu para que cada aluno desse uma volta pelo pátio da escola e que trouxesse o
que mais despertasse nele o sentimento de amor.
As crianças saíram apressadas e ao voltarem a professora disse:
* Quero que cada um mostre o que trouxe consigo.
A primeira criança disse:
* Eu trouxe esta flor, não é linda?
A segunda criança falou:
* Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção.
A terceira criança completou:
* Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho junto com outro irmão. Não é uma gracinha?
E assim as crianças foram se colocando. Terminada a exposição a professora notou que havia uma criança
que tinha ficado quieta o tempo todo.
Ela estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido. A professora se dirigiu a ela e perguntou:
* Meu bem, porque você nada trouxe?
E a criança timidamente respondeu:
* Desculpe professora. Vi a flor e senti o seu perfume, pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu
perfume exalasse por mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz que não tive
coragem de aprisioná-la. Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas ao subir na árvore notei o olhar
triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho.
Portanto professora, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que
senti nos olhos da mãe do passarinho.
Como posso mostrar o que trouxe?
A professora agradeceu a criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só
podemos trazer o amor no coração
e não em nada físico".

 

 

 

O Bambu Chinês

Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto um lento desabrochar de um diminuto broto a partir do bulbo.

Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída. Então, no final do 5¿ ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.

Um escritor de nome Covey escreveu:

"Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5¿ ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava."

O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos e de nossos sonhos. Em nosso trabalho especialmente, que é um projeto fabuloso que envolve mudanças de comportamento,de pensamento, de cultura e de sensibilização, devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.

Procure cultivar sempre dois bons hábitos em sua vida: a Persistência e a Paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos!

 

 

O cão

Certa vez um cão estava quase morto de sede, parado junto à água. Toda vez que ele olhava o seu reflexo na água, ficava assustado e recuava, porque pensava ser outro cão.

Finalmente, era tamanha a sua sede, que abandonou o medo e se atirou para dentro da água. Com isto, o reflexo desapareceu.

O cão descobriu que o obstáculo - que era ele próprio - a barreira entre ele e o que buscava, havia desaparecido.

Nós estamos parados no meio do nosso próprio caminho. E, a menos que compreendamos isso, nada será possível em direção ao nosso crescimento.

Se a barreira fosse alguma outra pessoa, poderíamos nos desviar, mas nós somos a barreira. Nós ñ podemos nos desviar - quem vai desviar-se de quem? Nossa barreira somos nós e nos seguirá como uma sombra.

Esse é o ponto onde nós estamos - juntos da água, quase mortos de sede,mas alguma coisa nos impede, porque nós ñ estamos saltando p/ dentro. Alguma coisa nos segura. O que é?

É uma espécie de medo, porque a margem é conhecida, é familiar e pular no rio é ir em direção ao desconhecido.

O medo sempre diz: "agarre-se àquilo que é familiar, ao que é conhecido".

E as nossas misérias,nossas tristezas, nossas depressões, nossas angústias, nossos complexos, nos são familiares, são habituais.

Nós vivemos com eles por tanto tempo e nos agarramos a eles como se fosse um tesouro. O que nós temos conseguido com isso? Será que ñ podemos renunciar às nossas misérias? Já ñ estivemos o bastante com elas? Será que já ñ nos mutilaram demais? O que nós estamos esperando?

Esse é o caso de todos nós. Ninguém nos está impedindo. Apenas o próprio reflexo entre nós e o nosso destino, entre nós como 1 semente e nós como 1 flor.

Não há ninguém nos impedindo, criando qualquer obstáculo.

Portanto, não continuemos a jogar a responsabilidade nos outros. Essa é uma forma de nos consolar. Deixemos de nos consolar, deixemos de ter auto-piedade.

Fiquemos atentos. Abramos os olhos. Vejamos o que está acontecendo com nossa vida.
"Escolhamos certo e decidamos dar o salto..

 

 

 

 

Olha teu Jardim

OLHA
no teu jardim as rosas entreabertas,
e nunca as pétalas caídas
;

OBSERVA
em teu caminho a distância vencida
e nunca o que falte ainda;

GUARDA
do teu olhar os brilhos de alegria
e nunca as névoas de tristezas
;

RETÉM
da tua voz risadas e canções
e nunca os teus gemidos;

CONSERVA
em teus ouvidos as palavras de amor
e nunca as de ódio;


GRAVA
em tua pupila o nascer das auroras
e nunca os teus poentes;

CONSERVA
no teu rosto as linhas do sorriso
e nunca os sulcos do teu pranto;

CONTA
aos homens o azul das tuas primaveras
e nunca as tempestades do verão;

GUARDA
da tua face apenas as carícias,
esquece as bofetadas
;

CONSERVA
de teus pés os passos retos e puros,
esquece os transviados;

GUARDA
de tuas mãos as flores que ofertaram,
esquece os espinhos que ficaram
;

De teus lábios CONSERVA as mensagens bondosas,
esquece as maldições;

RELEMBRA
com prazer as tuas escaladas,
esquece o prazer fútil das descid
as;

RELEMBRA
os dias em que foste água limpa

esquece as horas em que foste brejo;

CONTA
e mostra as medalhas das tuas vitórias,
esquece as cicatrizes das derrotas;

OLHA
de frente o sol que existe em tua vida,
esquece a sombra que fica atrás;

A flor que desabrocha é bem mais importante do que mil pétalas caídas;
E só um olhar de amor pode levar consigo
calor para aquecer muitos invernos;
A bondade é mais forte em nós
e dura muito mais do que o mal que nós mesmos praticamos;

Sê OTIMISTA, e não te esqueças de que...
É NO FUNDO DA NOITE SEM LUAR
QUE BRILHAM MUITO MAIS AS ESTRELAS!!!

 

 

 

 

OS SINAIS DE DEUS

 

Conta-se que um velho árabe analfabeto orava com tanto fervor e com tanto carinho, cada noite, que certa vez, o rico chefe de uma grande caravana chamou-o à sua presença e lhe perguntou :
- Por que oras com tanta fé ? Como sabes que DEUS
existe, quando nem ao menos sabes ler?

O crente fiel respondeu :

Grande senhor, conheço a existência de Nosso Pai Celeste pelos sinais dele.

- Como assim ? indagou o chefe, admirado.

O servo humilde explicou :

Quando o senhor recebe uma carta de pessoa ausente, como reconhece quem a escreveu ?

- Pela letra , - respondeu

Quando o senhor recebe uma jóia, como é que se informa sobre o autor dela ?

- Pela marca do ourives.

O servo sorriu e acrescentou :

Quando ouves passos de animais, ao redor da tenda, como sabes, depois, se foi um carneiro, um cavalo, um boi ?

- Pelos rastros. - respondeu o chefe, surpreendido.

Então, o velho crente convidou-o para fora da barraca e, mostrando-lhe o céu, onde a lua brilhava, cercada por multidões de estrelas, exclamou, respeitoso :

- Senhor, aqueles sinais lá em cima, não podem ser de homens !

Neste momento, o orgulhoso caravaneiro de olhos lacrimosos, ajoelhou-se na areia e começou a orar também.

DEUS, mesmo sendo invisível aos nossos  olhos, deixa-nos sinais em todos os lugares : na manhã que nasce calma, no dia que transcorre com o calor do sol ou com a chuva que molha a relva ...

ELE deixa sinais quando alguém se lembra de você, quando alguém te considera importante, quando alguém lembra de te enviar uma mensagem e diz a você o que melhor poderia dizer

Fique na Paz do Senhor, porque Ela é infinita !

 

 

A HISTÓRIA DO LÁPIS

O menino olhava a avó escrevendo uma carta e perguntou:

     - Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E, por acaso, é uma história sobre mim? 

     A avó parou a carta, sorriu, e comentou: 

     - Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele!!! 

     O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial. 

     - Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!!! 

     - Tudo depende do modo como você olha as coisas. Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo. 
"Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à sua vontade". 

     "Segunda qualidade: de vez em quando preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor." 

     "Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça". 

     "Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você." 

     "Finalmente, ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação". 

Paulo Coelho


 

 

                                 RIQUEZA E FELICIDADE

 

Há ricos do dinheiro, tão ricos de usura, que se fazem mais pobres que os pobres pedintes da via pública que, muitas vezes, não dispõe sequer de um pão.

 

Há ricos de conhecimento, tão ricos de orgulho, que se fazem mais pobres que os pobres selvagens ainda insulados nas  trevas da inteligência.

 

Há ricos de tempo, tão ricos de preguiça, que se fazem mais pobres que os pobres escravizados às  tarefas de sacrifício.

 

Há ricos de possibilidades, tão ricos de egoísmo, que se fazem mais pobres que os pobres irmãos em  amargas lutas expiatórias, que de tudo carecem ajudar.

 

Há ricos de afeto, tão ricos de ciúme, que se fazem mais pobres que os pobres companheiros em prova rude, quando relegados à solidão.

 

Lembra-te pois, de que todos somos ricos de alguma coisa, ante o Suprimento Divino da Divina Bondade, e, usando os talentos que a vida te confia na missão de fazer mais felizes aqueles que te rodeiam, chegará o momento, em que te surpreenderás mais ricos que todos os ricos da Terra, porquanto entesourarás no próprio coração a eterna felicidade que verte do amor de Deus.

                                                                                                              (Emmanuel)

 

 

 

 

                                      UMA LINDA REFLEXÃO

 

Li ainda agora, um texto lindo de Rubem Alves.

Sabem, já fui, mais de uma vez desses passáros lindos que ficam numa bela gaiola enfeitando um canto da sala. Além do alpiste e do potinho com água, ainda tinha direito a um carinho, de vez em quando, sem esquecer de todos os cuidados e confortos. E eu retribuia, me mostrava feliz, cantando, ainda que não estivesse disposta, mas... meu DEVER ali, era cantar...

Acho que até era feliz, por um lado, mas por outro pensava no dia em que meu cuidador não estivesse mais ali, além da falta de novas emoções. Tudo era sempre igual!!! A comida no mesmo lugar, o carinho sempre o mesmo, programado, sem emoção.

Um dia, minha gaiola foi posta próxima à janela e vi um daqueles passarinhos "vira-latas" tomando banho na chuva gelada. Ele parecia se divertir muito, podia escolher estar nos pingos mais fortes que massagevam ou nos mais fracos que eu imaginava, faziam cócegas.

Foi quanto senti que existia VIDA fora da gaiola e, na primeira oportunidade, fui...

Descobri a importância de conhecer não só o céu azul, como a dor da asa quebrada. Descobri que, apesar de pássaro, era forte o bastante para buscar meu próprio alimento, tive e perdi filhotes. Surgiram muitas lágrimas, mas também sorrisos, todos intensos e carregados de muita emoção. Na gaiola de ouro apenas música e beleza para alegrar aos outros. Aos outros... meus sentimentos, não interessavam...

Não nego que vez em quando sinto saudades da segurança da gaiola, mas ela logo passa quando me lembro que agora posso voar e por mais que a proposta para voltar a ela seja sedutora, acabo sempre escolhendo a possibilidade de sentir... Sentir  dor, amor, carinho, amizade... essas coisas que realmente fazem A VIDA e fazem DA VIDA uma bela viagem!!!
                                                                   
Rubens Alves

 

 

 

 

                              CRUZ TROCADA


"Em seguida, dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me" Lc 9.23

Há uma poesia chamada "Cruz Trocada", que fala de uma mulher que, cansada, achou que sua cruz era mais pesada do que a das pessoas à sua volta, e desejou trocá-la por outra.
Certa vez sonhou que tinha sido levada a um lugar onde havia muitas cruzes, de diversos formatos e tamanhos. Havia uma bem pequena e linda, cravejada de ouro e pedras preciosas.

Ah! esta eu posso carregar facilmente, disse ela. Então tomou-a mas seu corpo frágil estremeceu sob o peso daquela cruz. As pedras e o ouro eram lindos, mas o peso era demais para ela.
A seguir, viu uma bonita cruz, com flores entrelaçadas ao redor de seu tronco e braços. Esta seria a cruz ideal. Então pensou, tomou-a mas, sob as flores haviam espinhos que lhe feriram os ombros.


Finalmente, mais adiante, viu uma cruz simples, sem jóias, sem entalhes, tendo apenas algumas palavras de amor escritas em seus braços.
Pegou-a, e viu que era a melhor de todas, a mais fácil de se carregar, e enquanto a comtemplava, banhada pela luz, que vinha do céu, reconheceu que era a sua própria cruz.
Ela a havia encontrado de novo, e era a melhor de todas e a que lhe pareceu mais leve

Deus sabe melhor qual é a cruz que devenos levar. Nós não sabemos o peso da cruz dos outros. Invejamos uma pessoa que é rica, a sua cruz é de ouro e cravada com pedras preciosas, mas não sabemos o peso que ela tem. Ali está outra pessoa cuja vida parece muito agradável. Sua cruz está ornada de flores. Se pudéssemos experimentar todas as outras cruzes que julgamos mais leves do que a nossa, descobriríamos, por fim, que nenhuma delas é tão certa para nós como a nossa.

Deus está com você, lhe ajudando a carregar a sua cruz.
O Senhor te abençõe , neste dia, e sempre.
Gotas de bençãos..!