CORAGEM

 

 

Falta-me coragem para revelar a quem interessa,

Sentimentos reprimidos,

Palavras sufocadas por receio de magoar...

Falta-me coragem para revelar o que entendo

E a mim mesma tenho tentado negar!!!

 

Falta-me coragem para jogar fora sentimentos

Deixar a alma, o coração vazios e poder recomeçar...

Falta-me coragem para saber o por que do silêncio,

Se um dia, ainda que sem intenção fui capaz de te magoar.

Preciso saber se errei, se há tempo de consertar...

 

Mas falta-me a coragem de ligar, escrever pois tenho medo

De ouvir o que me pode confessar...

Que foi caso, pouco ou muito

E nunca mais pensa em voltar...

 

Faltam-me força e coragem para abrir as janelas

Deixar novamente o Sol entrar

Tenho medo de olhar o meu jardim

Perceber que ao me isolar esperando

Que um dia você pudesse voltar

O tempo, a vida, dele tenham se encarregado

E já não haja flor alguma nesse lugar...

 

Falta-me coragem mas ainda assim

Já não posso esperar...

Se quiser voltar, será bem vindo

Mas... dê-me um tempo agora!!!

Ao abrir a janela e olhar para fora

Descobri  que posso vencer a falta de coragem.

 

Posso atirar ao lixo, com os sentimentos que retirei da alma

Os galhos secos do jardim,

As flores amareladas pela “espera  ”...

Posso regar a terra, tirar ervas daninhas e...

Se posso cuidar dele

Acabo de criar coragem para cuidar de mim!!!

 

Rosalva Rela